quinta-feira, 7 de junho de 2018

Renovação ‘não será desta vez’


A renovação política, que surgiu como um brado retumbante nas ruas e nas redes sociais, ameaça se tornar um “miado de gato”. É essa a premissa de Mariliz Pereira Jorge em sua coluna na Folha, ao analisar a possível candidatura da policial militar Kátia Sastre, catapultada pela fama por ter matado um assaltante em frente à escola da filha.
“Muita gente aposta em um novo Brasil a partir da eleição. Esqueçam. Não será dessa vez. Haverá políticos novos, decentes e altruístas, que farão barulho. Mas como podemos perceber, o oportunismo ainda é meu pastor e nada salvará este país tão cedo.”

FHC rasga seda para Marina


Fernando Henrique Cardoso segue elogiando Marina Silva e pregando que o PSDB não pode “fechar portas”. Ao colunista Bernardo Mello Franco, do Globo, FHC diz que Marina tem uma bela história que, se bem explorada, pode torná-la competitiva, a despeito da falta de estrutura de sua campanha.
Ele afirma que Geraldo Alckmin vai ter votos, a despeito da cantilena de que não cresce nas pesquisas, mas demonstra temor de que, se os candidatos moderados ficarem isolados, sejam colhidos por uma onda de descrédito indiscriminado com a política, contra “todos que estão aí”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário