segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Tem dirigente de partido com promessa de pagar até R$ 2 milhões para ter um deputado

dinheiro_fabrica
A janela para trocas partidárias – aberta no dia de 18 deste mês e que vai até 18 de março de 2016 – transformou o Congresso num "feirão" para a filiação de deputados e senadores. As ofertas são das mais diversas: cargos, controle de diretórios regionais e até dinheiro. "Tem dirigente de partido com promessa de pagar até R$ 2 milhões para ter um deputado", afirmou Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (SP), presidente do Solidariedade (SD) à revista Isto É. 

"Se meu partido perder deputado, vou dizer quem é", completou Paulinho. Conforme apurou a reportagem, as legendas que têm apresentado ofertas mais agressivas são o PP, o PSD e o PR. Condenado no mensalão e cumprindo pena em regime semiaberto, o ex-deputado Valdemar Costa Neto (PR) tem recebido parlamentares no seu escritório em Brasília. "Eu estive com o Valdemar, mas ainda não decidi o que farei. Tenho ofertas da Rede e do PP também", disse o deputado Ricardo Izar (PSD-SP).

Câmara Federal gasta R$ 1,8 mi com refeição de deputados




A Câmara reembolsou, de fevereiro a dezembro do ano passado, R$ 1,87 milhão com as refeições de 425 deputados. Outros 124 optaram por não apresentar nenhum pedido de ressarcimento. A soma excede o número de deputados federais (513) por incluir titulares licenciados e seus suplentes. Considerando o total de cadeiras, estamos falando em um consumo anual médio abaixo de R$ 3,7 mil.

Certos detalhes tornam, porém, essas despesas curiosas e, eventualmente, muito estranhas, como destaca a nova edição da Revista Congresso em Foco, que mostra como os parlamentares utilizam o dinheiro público da verba indenizatória. Com a proibição de pagamento a terceiros, os deputados apresentam à Câmara para fins de ressarcimento, notas fiscais com descrições genéricas que ocultam o que de fato foi consumido.

Lula pede a cabeça de José Eduardo Cardoso Ministro da Justiça e PF reage

Resultado de imagem para policia federal
Em nota divulgada nesta segunda-feira, a Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal reagiu à troca de comando no Ministério da Justiça. No texto, a entidade diz ter recebido com “extrema preocupação” a notícia de que a troca de comando na pasta foi provocada por “pressões políticas” exercidas com o propósito de controlar os trabalhos da Polícia Federal.
Os delegados federais anotaram que “defenderão a independência funcional para a livre condução da investigação criminal.” Prometem adotar “todas as medidas para preservar a pouca, mas importante, autonomia que a instituição Polícia Federal conquistou.”
De resto, a entidade que representa a corporação dos delegados federais aproveitou a movimentação para retomar sua pregação em favor da formalização da autonomia funcional e financeira da PF. Deseja-se inserir essas prerrogativas na Constituição. Algo que é controverso e que depende de aprovação do Congresso Nacional. 
Abaixo, a íntegra da nota da ADPF:
"Os Delegados da Polícia Federal receberam com extrema preocupação a notícia da iminente saída do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em razões de pressões políticas para que controle os trabalhos da Polícia Federal


Os Delegados Federais reiteram que defenderão a independência funcional para a livre condução da investigação criminal e adotarão todas as medidas para preservar a pouca, mas importante, autonomia que a instituição Polícia Federal conquistou.
Nesse cenário de grandes incertezas, se torna urgente a inserção da autonomia funcional e financeira da PF no texto constitucional.
A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal permanece compromissada em fortalecer a Polícia Federal como uma polícia de Estado, técnica e autônoma, livre de pressões externas ou de orientações político-partidárias.

Contamos com o apoio do povo brasileiro para defender a Polícia Federal.

O povo ficando esperto


sábado, 27 de fevereiro de 2016

Secretário de obras de Catunda é preso por furto de criações e porte ilegal de arma de fogo.

Guilherme - Catunda
Na madrugada deste sábado (27), policiais militares de Catunda, receberam a denúncia de um furto de criações na zona rural do município. A composição ao atender a ocorrência, se deparou já na localidade de Barrinha com uma Pampa, verde, de placas HUQ – 8747 inscrição de Crateús com dois homens em atitude suspeito.
Na abordagem, constatou-se que o veículo era conduzido pelo secretário de obras do município de Catunda, Guilherme Antonio Magalhães, 48 anos, residente em Catunda, na porta do motorista os policiais encontraram um revolver taurus, calibre 38 com 04 cartuchos intactos. Em cima da carroceria da pampa, os PMs encontraram um carneiro, um machado, um facão, uma faca e cordas. Também foi preso, Jonas dos Santos Oliveira (26), ele estava na carro junto com o secretário e também participou da ação. Os dois foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Sobral, onde estão sendo autuados em flagrante.
Segundo a polícia militar, o animal que ia pro abate, foi furtado da Fazenda Romão, de propriedade do Sr. Antonio Alves Paiva. O fazendeiro foi quem ligou e denunciou para a polícia, de que dois homens estariam furtando animais de sua propriedade. A ligação aconteceu quando o ato estava sendo praticado. 
Guilherme Antonio Magalhães é atual secretário de obras do município de Catunda e irmão da atual secretária de educação do município e ex-prefeita Regina Magalhães. Ele também é proprietário de um açougue na sede de Catunda, onde provavelmente a carne do animal furtado seria comercializada.
A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar de Catunda, Viatura 7231, composição formada pelo Sargento Monteiro e os Soldados Flávio e J. Melo. Que após a denúncia durante a madrugada saíram em diligências.
Por Manuel Sales

Em Tauá, família é expulsa de casa e o imóvel é incendiado.

Tauá - Casa encendiada 1
O episódio aconteceu nos primeiros minutos da madrugada desta sexta-feira (26), na residência da senhora Antoneide Amador de Vasconcelos, na Rua Alexandre Barreto, casa 79, no Bairro Planalto dos Colibris, em Tauá.
Tauá - Casa encendiada 3
Segundo informou a proprietária da residência, por volta da meia noite e 50 minutos, dois indivíduos armados e encapuzados quebraram a porta da casa, renderam os ocupantes, a proprietária, uma irmã e duas crianças, colocaram as mesmas para fora do imóvel e atearam fogo, queimando tudo que havia no interior da residência. Logo que as chamas tomaram conta do local, os incendiários fugiram sem ser identificados.
A vizinhança tentou apagar o fogo para que outros imóveis não fossem atingidos. Quando o Corpo de Bombeiros chegou no local todos os objetos existentes na casa já tinham sido consumidos pelas chamas. O que motivou o fato ainda é desconhecido.
(Repórter: Lindon Johnson)

MAIS UM LARÁPIO QUE VAI PRA CADEIA
“O ex-prefeito de Várzea Alegre João Eufrásio Nogueira, o Joãzinho, foi preso na manhã desta sexta-feira, 26, pela Polícia Federal. Ele foi condenado a seis anos e quatro meses de reclusão por corrupção durante seu mandato. O advogado do ex-prefeito, Leandro Vasques, afirma que a condenação foi para regime semiaberto e que deve solicitar a mudança para prisão domiciliar devido à inexistência de estrutura adequada para o semiaberto no Ceará.
Em 2013, João Eufrásio Nogueira foi condenado por improbidade administrativa, acusado de realizar licitações para despesas na área da Educação em valor superior a R$ 1,2 milhão, segundo o Ministério Público Federal no Ceará, autor da ação contra o ex-prefeito.
De acordo com a Polícia, o ex-prefeito foi encaminhado à sede da PF, em Fortaleza, onde permanecerá à disposição da Justiça. A decisão foi expedida pela 16ª Vara Criminal da Justiça Federal em Juazeiro do Norte. No ano passado, Joãozinho trabalhou como assessor no gabinete da deputada Aderlânia Noronha, na Assembleia Legislativa do Ceará.
O advogado do ex-prefeito, Leandro Vasques, pontuou que a prisão determinada pela Justiça para João Eufrásio foi em regime semiaberto. Segundo Vasques, o Ceará não tem estrutura para que o ex-prefeito cumpra a prisão nesse regime. Na tarde desta sexta-feira, o advogado já fez requerimento à Justiça Federal, solicitando que seja considerada a possibilidade de o condenado cumprir a pena em prisão domiciliar, dada a inexistência de estabelecimento adequado no Estado. “Obviamente que ainda não deu tempo de o juiz analisar”, pontuou. 
Vasques ressaltou também que detectou nulidades no processo que resultou na condenação e deve se debruçar sobre os documentos nos próximos dias para solicitar revisão ao Tribunal.
Na ação do MPF de 2008, Joãzinho foi acusado de desviar verba do antigo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério (Fundef, hoje Fundeb). Em análise da prestação de contas da gestão, o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) identificou uma série de irregularidades, como a realização de despesas sem a comprovação dos procedimentos licitatórios exigidos por lei.
À época, ele foi condenado ao pagamento de multa correspondente a dez vezes o valor que recebia de remuneração como prefeito. O ex-gestor também teve os direitos políticos suspensos por três anos e seis meses e ficou proibido de contratar com o serviço público ou receber benefícios por três anos.”
(O POVO Online)

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

TJ empossa 76 novos juízes que devem atender a cerca de 1,5 milhão de cearenses


ircaemme

A presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Iracema Vale, deu posse, nesta quinta-feira, no auditório do órgão, a 76 novos juízes que atuarão nas comarcas do Interior, devendo atender a uma parcela de 1,5 milhão de cearenses.
O ato foi dos mais concorridos e contou com a presença do governador Camilo Santana (PT), do prefeito Roberto Cláudio (PDT), do presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), do ex-governador Adauto Bezerra e de setores da área jurídica.
Em discurso, Iracema do Vale destacou o ato como “a maior posse de magistrados da história do Judiciário cearense”. Dos 76 novos juízes que assumirão comarcas de entrância inicial, algumas são de cidades da região. Comarcas que terão juízes titulares: Ararendá,Ipueiras, Poranga, Croatá,Tamboril, Hidrolândia, Reriutaba, Monsenhor Tabosa, Varjota, Guaraciaba do Norte, Graça e Ibiapina.



quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

TITANIC - A dupla que afundou o Brasil

O piloto do naufrágio finge que a culpa é dos afogados - Por Augusto Nunes



Na missa negra celebrada nesta terça-feira, disfarçada de programa eleitoral do PT, Lula ensina que o naufrágio econômico só existe porque os afogados insistem em lamentar o que aconteceu. Como recita o Exterminador do Plural, os culpados pelo buraco em que o país se meteu são “as pessoas que falam em crise, crise, crise, repete (sic) isso todo santo dia”. Essa conversa de 171 confirma que, na cabeça baldia do ex-presidente, qualquer problema desaparece se a palavra que o identifica deixar de ser pronunciada.  Foi por isso que o restante do sermão não reservou uma única e escassa vírgula ao triplex do Guarujá, ao sítio em Atibaia ou à segunda-dama Rosemary Noronha. O pregador teima em acreditar que basta ignorar uma encrenca para que a encrenca suma. O mestre e seus discípulos ainda não entenderam que as coisas mudaram depois da Lava Jato. Se espera que as delinquências que protagonizou sejam esquecidas, é bom esperar sentado. Bem mais sensato seria providenciar um esconderijo reformado por empreiteiros amigos - antes que chegue o Japonês da Federal.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Lula perde batalha e terá que depor



Há pouco, por 13 votos a 0, o Conselho Nacional do Ministério Público revogou a liminar que na semana passada suspendera os depoimentos do ex-presidente Lula e de sua mulher, Marisa Letícia sobre a situação do triplex no condomínio Solaris, em Guarujá (SP). E também sobre suspeitas de irregularidades na transferência do condomínio da cooperativa Bancoop para a construtora OAS.

Até mesmo o conselheiro que havia concedido a liminar votou contra sua própria decisão.

O triplex foi inteiramente reformado de graça pela OAS para uso de Lula e sua família. Ganhou elevador privativo, cozinha moderna e móveis. Lula visitou a obra pelo menos uma vez. Marisa, duas vezes. O noticiário a respeito fez Lula desistir do negócio.

Lula e Marisa serão ouvidos por Cássio Conserino, o mesmo promotor do Ministério Público Federal de São Paulo que conduziu o inquérito até aqui.


Da série fictícia Ali Babà e os 40 ladrões, Delcídio do Amaral decide trazer para o mundo real os seus 40 ladrões do senado

O que pretende Delcidio do Amaral?



Considerando que o Senado brasileiro é composto por 81 senadores, e que Delcidio do Amaral comprometeu 40 deles, em sua declaração de que levaria com ele a metade, caso fosse cassado, fica a dúvida se o senador enrolado pretende criar um novo grupo de vadios como o fizera Ali Baba em sua ficção.

Delcidio e mais 40 senadores superaria o grupo de Dilma, que reduziu ministérios, no entanto não reduz gastos e o resultado disso é que ela trocou seis por 2 x 3.

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Imoralidade !!!!

A folia de um deputado licenciado



Um problema aparentemente superado na Assembleia Legislativa do Ceará ameaça voltar a prejudicar a imagem da Casa: o suposto uso irregular de licenças médicas por parte dos parlamentares. No dia 4, o plenário renovou por 125 dias o afastamento do deputado Carlomano Marques (PMDB), que desde setembro do ano passado não desempenha suas atividades por conta de uma cirurgia cardíaca. Contudo, fotos recentes do peemedebista, enviadas ao O POVO, em momentos comemorativos e até carnavalescos - quando, em tese, deveria estar em repouso -, põem em xeque a forma de uso do benefício.

Os eventos que contaram com a participação do parlamentar aconteceram em Pacatuba, cidade onde ele é pré-candidato a prefeito. A presença em vários deles é admitida pelo próprio Carlomano, em entrevista que você confere na próxima página.

Atualmente, além de não precisar pisar no Parlamento, o deputado licenciado devido a alguma enfermidade continua a receber subsídio de R$ 25,3 mil, Verba de Desempenho Parlamentar (VDP) de R$ 31,5 mil por mês e verba de assessoramento também mensal da ordem de R$ 69 mil. O suplente recebe os mesmos dois primeiros valores e R$ 15,6 mil todo mês para manter seu gabinete.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

No país indecente tem gente decente

No mesmo dia em que o STF solta Delcídio Amaral, a Lava Jato atualiza seus números:
Delcídio Amaral: Teori Zavascki soltou um senador da República que deu a entender que tinha ministros do STF no bolso, que planejava sumir com Nestor Cerveró, que pretendia suprimir provas criminais e, por último, mas não menos importante, que recebeu propina do petrolão.
É um país incrivelmente indecente

Saiba a divisão das bancadas na câmara federal e para quem os representam !!!!

BANCADAS MAIS PODEROSAS NA CÂMARA FEDERAL

Étore Medeiros e Bruno Fonseca, da Pública
Os deputados federais da bancada ruralista, a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), uma das maiores e mais organizadas bancadas da Câmara dos Deputados, reúnem-se semanalmente durante um almoço em uma mansão no Lago Sul, bairro nobre de Brasília. Divulgado com antecedência também para a imprensa, o “cardápio” – nome dado pela assessoria própria da FPA às pautas que estarão em debate – na terça-feira (16) incluiu a tributação de produtos agrícolas, a indenização de propriedades quando desapropriadas e a indicação de membros para as comissões permanentes da Câmara dos Deputados, cuja composição é renovada a cada ano. Além do colegiado de Agricultura, os ruralistas estão de olho especialmente em outros dois: o de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e o de Meio Ambiente.

Além da FPA, diversas outras bancadas atuam diariamente no Congresso Nacional, reunindo deputados com ideologias, motivações ou objetivos semelhantes, ou ainda com financiadores do mesmo setor. A dinâmica de funcionamento desses conjuntos temáticos é heterogênea. Nem todos possuem estrutura ou estratégia semelhante aos ruralistas – que contam com coordenadores, agitadores e negociadores entre os seus inscritos –, e em muitos casos a formação da bancada só fica clara com o desenrolar de pautas específicas ou com a ajuda dos dados de doação de campanha.

Para mostrar quais parlamentares defendem quais interesses, a Pública levantou a composição de onze das bancadas mais atuantes. Além dos ruralistas, que contam com 207 deputados, mapeamos outras gigantes da Câmara: a evangélica (197), a empresarial (208), a das empreiteiras e construtoras (226) e a dos parentes (238), o maior agrupamento da Casa – confirmando a tendência de aumento do número de deputados com familiares políticos, como a Pública mostrou recentemente.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Nova lâmpada dura mais de cem anos: inventor ameaçado de morte



Espanhol é ameaçado de morte por criar lâmpada que não queima, é muito mais econômica e não polui o meio ambiente.

O conceito de obsolescência programada surgiu entre 1920 e 1930 com a intenção de criar um novo modelo de mercado, que visava a fabricação de produtos com curta durabilidade de maneira premeditada obrigando os consumidores a adquirir novos produtos de forma acelerada e sem uma necessidade real.

Benito Muros: “Perseguem-me por criar uma lâmpada que não acaba nunca“

A bateria de um telemóvel morre ao fim de dois anos, um computador, quatro, o frigorífico começa a ter problemas ao fim de oito anos e de repente, em um belo dia, a televisão diz adeus. “Não há nada para se fazer além de comprar outra”.

É possível de se fazer produtos que durem mais do que isso? Quem sabe a vida toda? Benito Muros da S.O.P. (Sem Obsolescência Programada), diz que é possível. Por isso está ameaçado de morte.

O conceito de obsolescência programada surgiu entre 1920 e 1930 com a intenção de criar um novo modelo de mercado, que visava a fabricação de produtos com curta durabilidade de maneira premeditada obrigando os consumidores a adquirir novos produtos de forma acelerada e sem uma necessidade real.

As novas lâmpadas e a luta de Benito Muros respondem a um novo conceito empresarial, baseado em desenvolver produtos que não caduquem, como os frigorificos ou máquinas de lavar roupa que duravam a vida toda.

Uma filosofia empresarial mais conforme com os nossos tempos (de respeito pela natureza e o uso dos recursos naturais com maior responsabilidade), graças à comercialização de produtos que não estejam programados para ter uma vida curta, senão que respeitem o meio ambiente e que não produzam resíduos que, por vezes, acabam despejados em contentores de lixo no terceiro mundo.

Conheça a lâmpada neste vídeo:



Trata-se de um movimento que denuncia a Obsolescência Programada. Lutamos para que as coisas durem o que tenham que durar, porém os fabricantes de produtos electrónicos programam os equipamentos para que durem um tempo determinado e obrigam os utilizadores a comprar outros novos. A lei permite!

O consumo de nossa (perdulária e irresponsável) sociedade está baseado em produtos com data de validade. Mudar isso suporia mudar o nosso modelo de produção e optar por um sistema mais sustentável. Os fabricantes devem ser conscientes de que as crises de endividamento como a que vivemos são inevitáveis e que podemos deter o crime ecológico.

CEARÁ PACÍFICO???? Bandidos matam subtenente da PM em Jaguaretama. Foi o quinto policial assassinado em dois meses no Ceará

sexta 19.2.2016 029
O policial fazia sua caminhada matinal, quando foi emboscado pelos bandidos e morto covardemente com vários tiros à queima-roupa
hoje erbênio 027
Subtenente Herbênio Rodrigues, policial militar exemplar, destemido. Comandava o Destacamento de Jaguaretama. Era casado com uma delegada da Polícia Civil e tinha filhos do primeiro casamento. Desarticulou várias quadrilhas no Vale do Jaguaribe
Pistoleiros mataram, a tiros, na manhã desta sexta-feira (19),  mais um policial militar no Ceará. Desta vez, o crime ocorreu no Interior. Foi na cidade de Jaguaretama (a 241Km de Fortaleza), onde o subtenente PM Herbênio Rodrigues, comandante do Destacamento Militar, sofreu uma emboscada quando fazia sua caminhada matinal.
O caso ocorreu por volta de 6h15, quando dois homens que ocupavam uma moto modelo Bros, de cor preta, se aproximaram do militar e o garupeiro sacou uma pistola, disparando contra o subtenente. O militar foi atingido por, pelo menos, quatro tiros no rosto, tendo morte instantânea.
A informação sobre o assassinato do militar foi confirmada pelo porta-voz do Comando-Geral da PM em Fortaleza, tenente-coronel PM Andrade Mendonça. Segundo ele, neste momento, um cerco policial está sendo realizado em Jaguaretama e Municípios vizinhos, como Solonópole, Morada Nova e Jaguaribara, na tentativa de localizar os assassinos.
O quinto
O subtenente Herbênio é o segundo policial militar assassinado em Jaguaretama em menos de dois meses. No último dia 7 de janeiro, o soldado PM Hudson  Danilo de Oliveira, que também pertencia ao destacamento daquela cidade, foi baleado durante um assalto em uma fazenda. Ele recebeu um tiro de fuzil na cabeça e morreu dois dias depois, em Fortaleza.
Este foi o quinto policial militar assassinado, neste ano, no Ceará. Em 2015 foram 15, sendo cinco policiais civis e 10 PMs.  Há uma semana, o soldado PM Augusto Herbert Félix, do Batalhão Raio (Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas), morreu numa tentativa de assalto no bairro Pici, em Fortaleza. 
Por Fernando Ribeiro

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

MAIORIA NO SUPREMO APROVA CUMPRIMENTO DE PENA ANTES DO TRÂNSITO EM JULGADO

A maioria do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem (17) que pessoas condenadas em segunda instância devem começar a cumprir pena antes do trânsito em julgado do processo. Com a decisão, um condenado poderá iniciar o cumprimento de pena se a Justiça de segunda instância rejeitar o recurso de apelação e mantiver a condenação em primeira instância.
Até o momento, a Corte está revendo sua atual jurisprudência para admitir que o princípio constitucional da presunção de inocência cessa após a confirmação da sentença pela segunda instância. Até o momento votaram a favor do cumprimento da pena antes do fim de todos os recursos os ministros Teori Zavascki, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Cármen Lúcia. A votação ainda não terminou e continua com os votos dos demais integrantes do tribunal. Há possibilidade de que o julgamento seja interrompido por um pedido de vista.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Mulher é retalhada pelo ex-marido por ciúmes

Vítima foi morta e seu corpo foi retalhado pelo ex-esposo
Uma comerciante foi morta por seu ex-esposo, no bairro São Miguel, no município de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. O crime ocorreu na última sexta-feira (12) e até esta quarta-feira (17), o homem apontado como autor do crime permanece foragido. 
Identificado como Antônio Vanderlei dos Santos, o homem estava separado da comerciante há três meses e na sexta, abordou a mulher, identificada como Francisca Gomes de Almeira (39) e efetuou vários golpes de faca na vítima. Em seguida, ainda fez deixou várias marcas na ex-esposa, como uma cruz desenhada nas costas da mulher com a faca. 
Após cometer o crime, o homem fugiu e ainda não foi encontrado. Uma irmã de Vanderlei disse que ele pode estar escondido em Crateús, 350 km de Fortaleza, mas até o momento não foi encontrado. 
Vizinhos e familiares disseram que o ex-marido tinha muito ciúmes de Francisca Gomes.
cnews

Em Irauçuba: Homem mata esposa com golpe de foice na cabeça


Uma mulher de 27 anos foi barbaramente assassinada com golpes de foice na noite desta terça-feira (16) no município de Irauçuba. O crime aconteceu por volta das 23hs no Distrito de Missi, zona rural do município. Segundo a policia, Antonia Bruna dos Santos sofreu vários golpes, sendo um na cabeça, e morreu no local. O acusado é o esposo da vitima, identificado como Naldo Cesar Sousa que fugiu logo após o crime e ainda não foi localizado. O crime passional aconteceu na residência do casal logo após os dois terem iniciado uma discussão. De acordo com Sargento Clodoaldo, da Policia Militar da cidade, o criminoso teria fugido para uma região de matagal, foram feitas buscas na região, no entanto ele não foi encontrado.

Fato histórico

Morre o ex-presidente da República Jânio Quadros

Em 16 de fevereiro de 1992, morreu o ex-presidente Jânio Quadros. Conhecido por prometer 'varrer' a corrupção, Jânio renunciou o cargo com menos de um ano de governo


Morre o ex-presidente da República Jânio Quadros
Em carta enviada ao Congresso, Jânio afirmou que “forças terríveis” o levaram a pedir renúncia do cargo (Foto: Reprodução/Youtube)

Jânio da Silva Quadros foi eleito em outubro de 1960, com o apoio da UDN (União Democrática Nacional), para suceder o governo do presidente Juscelino Kubitschek. Com um discurso moralizante e com o slogan “varre, varre, vassourinha, varre, varre a bandalheira”, Jânio prometia acabar com a corrupção e diminuir a inflação.
Depois de eleito, Jânio Quadros congelou salários, restringiu crédito e desvalorizou a moeda nacional. Apesar das medidas conservadoras, não conseguiu abaixar a inflação. Na política internacional, o presidente condecorou Che Guevara, um dos líderes da Revolução Socialista Cubana, com a Medalha Cruzeiro do Sul. Jânio também ficou conhecido por algumas medidas extravagantes como a proibição do uso de biquínis na praia.
Em poucos meses de governo, Jânio perdeu o apoio da população, de políticos aliados e da UDN. No dia 24 de agosto de 1961, Carlos Lacerda denunciou um possível golpe que estaria sendo articulado pelo presidente. No dia seguinte, em carta enviada ao Congresso, Jânio afirmou que “forças terríveis” o levaram a pedir renúncia.
Acredita-se que Jânio esperava uma mobilização da população a seu favor mas isso não aconteceu. O Congresso logo aceitou sua saída do cargo. Depois da renúncia, Jânio foi para o exterior e em 1985 voltou a um cargo público como prefeito de São Paulo. O ex-presidente morreu no dia 16 de fevereiro de 1992, aos 75 anos.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Mais de 940 emissoras de rádios AM serão notificadas sobre migração para FM


Mais de 940 emissoras de rádio AM (modulação em amplitude) serão notificadas nos próximos meses para pagar a taxa de migração para a frequência modulada (FM) e melhorar a qualidade de transmissão de seus conteúdos. Durante debate realizado ontem no Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional, o secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações, Roberto Pinto Martins, explicou que essas emissoras precisam agora entregar a documentação para o processo de outorga das novas frequências, pagar a taxa de migração e fazer os investimentos para modernizar a infraestrutura de transmissão.

Martins lembrou que a tabela de preços foi divulgada para que as emissoras se preparem para a nova fase. Os valores podem variar de R$ 30 mil a R$ 4,5 milhões dependendo de variáveis como o alcance das transmissões, por exemplo. “Foi uma metodologia que avalia a potência da emissora, a população de cada município, dados econômicos e sociais. Esta metodologia reflete os parâmetros que estamos usando, não me parece dizer que é um preço baixo, mas um preço justo”, avaliou.

Para o representante do ministério, a expectativa dos donos de emissoras tem se mostrado ainda maior do que a do próprio governo, ainda que os custos sejam significativos. Além da taxa, esses empresários terão que readequar todo os equipamentos hoje usados para a frequência AM. “O objetivo é dar uma sobrevida às emissoras de AM e dar maior diversidade para os ouvintes que passam a ter um contingente maior de emissoras FM”, disse.

Presidente executivo da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Luis Roberto Antonik calcula, por exemplo, que uma emissora pequena de 10Kw de Fortaleza, por exemplo, poderá pagar R$ 400 mil de taxa, mais cerca de R$ 150 mil em equipamentos. “O valor não é desprezível, mas vale a pena. A diferença da qualidade entre AM e FM é muito grande. O rádio é o sujeito do serviço local”, destacou.

Antonik ainda lembrou que, além dos investimentos financeiros, as emissoras devem aproveitar a migração para atualizar também a programação.

Ele disse que as fases mais complicadas do processo já foram concluídas tanto pelo Ministério das Comunicações, com a tabela de preços, quanto pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que ficou responsável por distribuir as emissoras dentro de faixas de frequência de maneira que não haja interferência nas transmissões. “Acredito que até o dia 25 de fevereiro as primeiras emissoras comecem a apresentar os documentos para iniciar o processo”, enfatizou.

Atualmente, em todo país, 1.781 emissoras estão como AM, sendo que 1.385 já pediram para mudar de faixa. Ao todo, 948 rádios poderão fazer a migração em 2016. As demais emissoras terão que aguardar a liberação do espaço, que deve acontecer com a digitalização da TV no país que abrirá mais espaço para as novas FMs.

(Com Agência Brasil)