sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Monsenhor Tabosa registra a maior precipitação pluviométrica na região

Cidade de Monsenhor Tabosa registra chuva de 43mm nesta quinta (30/01)

A Cidade de Monsenhor Tabosa registrou no início da tarde desta quinta-feira (30/01) um volume de chuva de 43mm. Esta foi a maior chuva deste ano no município. Também foram registradas chuvas em diversas localidades do interior do município.  A previsão para as próximas horas é de tempo nublado e probabilidade de novas pancadas de chuva no município e várias regiões do Estado do Ceará. Nos municípios vizinhos: Catunda, Boa Viagem, Tamboril, também choveu.
chuvasmt
Avenida Plínio Leitão, no centro da cidade, registro do momento do início da chuva. foto: Fábio Cavalcante
rua
Registro no momento da chuva desta quinta-feira (30). Rua 15 de Novembro, no Centro. foto: Flávio Ribeir

Polícia reconhece chefe de tráfico do RJ via Facebook no interior do Ceará

Luiz Vitorino da Silva possui 6 mandatos de prisão por homicídio e tráfico de drogas no Rio de Janeiro e responderá por falsificação de documentos no Ceará

Uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro em conjunto com a Polícia de Tamboril, interior do Ceará, prendeu o traficante Luiz Ricardo Vitorino da Silva, conhecido como “menor do Grotão”. A prisão foi efetuada na cidade de Nova Russas, no Ceará, que fica a 316 quilômetros de Fortaleza. O bandido possui 6 mandados de prisão por homicídio e tráfico de drogas.
Segundo o titular do 6º DP da Delegacia de Cidade Nova (RJ) Antenor Lopes, Luiz Ricardo está na lista  dos bandidos mais procurados do Rio de Janeiro. A recompensa oferecida pelo Disque-Denúncia para quem tivesse informações sobre o traficante era de R$ 1 mil. Ele fugiu do Rio de Janeiro após a instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na comunidade do Complexo de São Carlos, em julho de 2011.
“Ele estabelecia guerra contra as facções e grupos dissidentes. Matava pessoas a ‘machadada’ e esquartejava. Nós estávamos investigando ele há quatro meses. Rastreamos os passos dele através de uma conta que ele possui no Facebook e monitoramento telefônico.”, explica.
O traficante conseguiu expedir documentos verdadeiros com o nome de Alex Costa do Nascimento: identidade, certificado de reservistas e carteira de motorista. Além disso participava de atividades e competições de Muay Thai e Jiu-Jitsu. Isso fazia com que os moradores de Tamboril não desconfiassem dele. Luiz namorava com uma moça da cidade de Nova Russas, que é policial militar. A família da moça, assim como todos os moradores da cidade, estão chocados com o fato, pois eles não desconfiavam que o acusado fosse procurado pela polícia.
Prisão de  Luiz Ricardo Vitorino da Silva, chefe do tráfico do Rio de Janeiro

Prisão de Luiz Ricardo Vitorino da Silva, chefe do tráfico do Rio de Janeiro

Momento em que foi efetuada a prisão do traficante carioca. (Foto: Polícia Civil do Rio de Janeiro)
Segundo o delegado Antenor Lopes, que veio pessoalmente ao Ceará para prender o acusado, a colaboração do delegado Ricardo Gonçalves Pinheiro e da polícia local foi fundamental para que os investigadores do Rio de Janeiro encontrassem Luiz Ricardo. Para prendê-lo, foi necessário montar uma equipe com 3 policiais disfarçados do Rio de Janeiro e  2 do Ceará, além do delegado Antenor Lopes, e do delegado Ricardo Gonçalves Pinheiro, do município de Tamboril.
Segundo o Delegado Antenor Lopes, o acusado ficou surpreso com a captura pois não imaginava que a polícia fosse encontrá-lo, mesmo estando tão longe do Rio de Janeiro. Mas logo depois assumiu os crimes e também assumiu que praticava golpes nas seguradoras em que trabalhava como agenciador de seguros DPVAT nas cidades de Novas Russas, Crateús e Tamboril.
Após a captura, o bandido foi transferido para o Rio de Janeiro, onde irá responder pelos 6 mandados de prisão. Além disso, o delegado Antenor Lopes enviará um ofício para o Ceará para que a Polícia local abra um inquérito por falsificação de documentos.

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

FPM - Governo Federal abre as torneiras

Foto: veja

FPM: 3.º repasse de janeiro apresenta crescimento de 8,85%


E-mailImprimir
Agência CNMAgência CNMAs prefeituras receberão na quinta-feira, dia 30, a terceira parcela de janeiro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Descontado o repasse do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o montante é de R$ 2.055.692.939,81. Em valores brutos, sem a retenção para a Educação, é de R$ 2.569.616.174,76.
De acordo com cálculos da Confederação Nacional de Municípios (CNM), este decêndio teve um crescimento de 8,85%, em comparação ao mesmo decêndio do ano passado. Este valor em termos nominais, sem considerar a inflação.
Em termos reais, o crescimento deste decêndio é de 18,7%. O aumento ocorreu principalmente por causa da diferença no cronograma de restituição do Imposto de Renda (IR), explica a CNM.
Acumulado e previsões
Com este repasse, o FPM fechará janeiro com um acumulado de R$ 7,567 bilhões. Em 2013, o acumulo do mesmo período foi de R$ 6,374 bilhões. A Confederação esclarece que neste total não está contabilizado o montante extra depositado no dia 9 de janeiro.
Aquele depósito ocorreu separadamente porque a Receita Federal tem um programa que parcela as dívidas de vários impostos. Se considerado o extra, o valor repassado em janeiro foi de R$ 7.994.382.452,41.
A Secretaria do Tesouro Nacional (STN) acredita que o FPM em fevereiro terá um aumento de 23% em relação a janeiro.


REPASSES DO FPM – TABELA COMPARATIVA
FPM – JANEIRO DE 2013
FPM – JANEIRO DE 2014
DIFERENÇA A MAIS EM 2014%
6.374.349.938,14
7.567.657.860,01
18,7%



Fonte: Confederação Nacional dos Municípios

OBSERVAÇÃO 1: 18,7 A MAIS, QUE  CORRESPONDE A R$ 1.193.307.921,87 (um bilhão, cento e noventa e três milhões, trezentos e sete mil, novecentos e vinte e um reais e oitenta e sete centavos)

OBSERVAÇÃO 2: Em tal valor milionariamente aumentado não consta um repasse extra do dia 09/01/2014, que foi no valor de RS 341.379.673,92, da classificação por estimativa do IPI. SE CONSIDERAR TAL EXTRA O AUMENTO ACIMA DE 18,72%  NO FPM DE JANEIRO DE 2014 PASSA PARA 24% A MAIS QUE EM JANEIRO DE 2013.

OBSERVAÇÃO 3: Há previsão de que em fevereiro de 2014 haverá um aumento de 23% a mais sobre o valor de FPM repassado em janeiro de 2014. Confirmando-se tais dados os prefeitos do Brasil fecharão janeiro e fevereiro de 2014 com repasses de R$ 7.567.657.860,01 + 9.308.219.167,81 = R$ 16.875.877.027,82 ( Dezesseis bilhões...  )

Conclusão; Não adianta mais alguns prefeitos reclamarem da falta de recursos e com discurso de que os municípios estão falidos. Chegou o momento de realizar mais e investir com austeridade os recursos na melhoria de qualidade de vida das pessoas, buscando mecanismos para o bem estar de seus municípios


EINSTEIN já dizia que “ só há duas coisas infinitas: o universo e a imbecilidade humana!

Aprenda a transferir créditos de um celular pré-pago para outro


Muitos usuários de celulares pré-pagos desconhecem um serviço que pode ser a salvação em momentos de urgência: a transferência de créditos entre chips. A função consiste em passar um valor determinado do saldo de recarga para outro número, como numa transação bancária, com a facilidade de ser imediata. No Brasil, duas das quatro principais companhias de telefonia móvel – Vivo e Claro – oferecem o serviço. Os procedimentos variam e, por isso, este tutorial do TechTudo ensina o passo a passo que pode facilitar a vida dos clientes de cada uma delas.
Nono dígito para celulares deve chegar a mais estados em novembro (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)Duas das principais operadoras do Brasil permitem transferência de créditos entre celulares pré-pagos (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)

Vivo
Na Vivo, para fazer a transferência de créditos entre duas contas, é preciso ser cliente pré-pago ou de plano controle, com ambas as linhas da Vivo e do mesmo estado. Só é permitido transferir saldo de recarga, o que significa que bônus e SMS não são contemplados pelo serviço.
Os valores disponíveis para transação são de R$ 3 (válidos por três dias), R$ 6 (dez dias) e R$ 12 (30 dias). Este último corresponde ao limite diário, sendo que, a cada mês, as transferências não podem passar de R$ 100. O usuário que recebe os créditos é taxado em R$ 0,10 por operação. O procedimento para solicitar a transação é o seguinte:
Passo 1. Do aparelho que doará os créditos, ligue para *7000 + DDD (sem o zero) + número para o qual serão transferidos os créditos + valor a ser transferido (com 2 dígitos). Exemplo: se você quer passar R$ 6 para o número 99999-9999, registrado no Rio de Janeiro, teria que fazer ligação para *70002199999999906;
Passo 2. Aguarde a confirmação de que a operação foi concluída;
Passo 3. Ao encerrar a ligação, as duas linhas envolvidas receberão SMS confirmando a transação.
Claro
O serviço Claro Transferência está habilitado para clientes com mesmo DDD. As condições são as mesmas da Vivo, inclusive a cobrança de R$ 0,10 ao recebedor dos créditos. A diferença fica por conta dos valores, prazos de validade e áreas de abrangência.
A transferência de R$ 8 está disponível em todo Brasil, exceto no Distrito Federal e nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Acre, Rondônia, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Já a de R$ 10 é possível nas localidades que não apresentam a oferta de R$ 8. Em ambas as transações, os créditos têm validade de dez dias. A opção de transferir R$ 13 em créditos, válidos por 30 dias, é oferecida em todo território nacional.
Para fazer a transferência, siga as instruções abaixo:
Passo 1. Do número que possui créditos a serem doados, envie SMS para o *543 com a palavra “Claro”;
Passo 2. Você receberá, instantes depois, uma mensagem de confirmação. Responda-a com o número Claro (cartão ou controle) para o qual deseja transferir os créditos, incluindo o código de área sem o zero (exemplo: 21999999999);
Passo 3. Você receberá uma nova mensagem, tendo que responder com o valor a ser transferido. É preciso digitar apenas os números, sem “R$” (exemplo: 10);
Passo 4. A operadora enviará mensagem para os dois celulares informando a conclusão da operação.
Pronto! Agora você já sabe a solução para aqueles momentos em que precisa fazer uma ligação, mas não tem créditos no celular
.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

9 coisas que desaparecerão das nossas vidas



 Não deixa de ser interessante notar, e muito verdadeiro também, se estas mudanças vão ser boas ou más, depende em parte de como nós nos adaptarmos a elas. Mas, quer as desejemos ou não, aqui vão elas...

1. O Correio
Vai-te preparando para viver um mundo sem Correio. O e-mail, FedEx, Facebook e SMS, têm praticamente dizimado as cartas, que é como quem diz a receita mínima necessária para manter os Correios a funcionar. O pouco do que ainda recebemos pelo correio, todos os dias, não passa de ”lixo” e contas.
 2. O cheque
A União Europeia já está a preparar o terreno para acabar com o cheque até 2018. O processamento de cheques custa bilhões de euros por ano ao sistema bancário. Cartões de plástico e transacções on-line, ou pelo telefone, vão levar à eventual extinção do cheque. Isto tem ligação directa para a morte dos Correios. Se ninguém nunca pagar as suas contas pelo correio e nunca receber as pensões pelo correio, os Correios ficam em absoluto fora do negócio.
 3. O jornal
A geração mais jovem simplesmente não lê o jornal. Eles certamente não se deslocarão a um quiosque para procurar um jornal impresso. Foi o que já aconteceu com o leiteiro e o padeiro. Quanto ao ler o jornal on-line, preparem-se para ter de pagar por isso. O aumento dos dispositivos móveis com Internet e e-readers, tem motivado todos os jornais e editoras de revistas para criar alianças. Eles reuniram-se com a Apple, Amazon, e outras grandes empresas de telefonia móvel para desenvolver um modelo de serviços de assinatura paga.
 4. O livro
Vocês podem dizer que nunca vão desistir do livro físico, que seguramos na mão enquanto lemos e vamos virando as páginas. Eu disse a mesma coisa sobre o download de música do iTunes. Eu queria que o meu CD tivesse cópia impressa. Mas eu rapidamente mudei de ideias quando descobri que poderia obter os álbuns pela metade do preço, sem sair de casa, para conseguir os últimos êxitos. A mesma coisa está a acontecer com os livros. Hoje já podemos navegar nas livrarias on-line, e até mesmo ler um capítulo pré-visualizado antes de comprar. E o preço é menos da metade do de um livro em papel. É só pensar na conveniência! Assim que começares a passar os dedos pelo ecrã, em vez do livro, vais entrar na história como se fizesses parte dela, e a desejar mais ver o que acontecerá a seguir, esquecendo logo de que estás a segurar um gadget em vez de um livro.
 5. O telefone fixo
 Já hoje não precisamos do telefone fixo. A maioria das pessoas ainda o mantém simplesmente porque sempre o tiveram. Até a própria Telecom aproveita a linha do telefone mais para serviços, como o da televisão, do que para o telefone. Inclusivamente todas as empresas de telemóveis oferecem serviço fixo gratuito porque ele já é inespressivo.
 6. A Música
Esta é uma das partes mais tristes da história da mudança. A indústria discográfica está a definhar de morte lenta. E não é só por causa de downloads ilegais. É a falta de oportunidade para a nova música inovadora chegar às pessoas que gostariam de ouvi-la. A ganância e a corrupção é que é o problema. As gravadoras e os conglomerados de rádio estão simplesmente a autodestruir-se. Mais de 40% das músicas compradas hoje são "Anexos dos Catálogos", o que significa música tradicional, com a qual o público está familiarizado. Os artistas mais antigos e consagrados. Isto também é verdade no circuito de concertos ao vivo.
 7. A Televisão
As receitas dos canais televisivos tem caído drasticamente. Não apenas por causa da crise. As pessoas estão a preferir assistir a televisão e filmes a partir dos seus computadores. E, ao mesmo tempo, elas jogam e fazendo muitas outras coisas, que ocupam o tempo que costumava ser gasto assistindo a ver televisão. Programas do horário nobre descambam abaixo do menor denominador comum. A publicidade roda a cada 4 minutos e 30 segundos. Eu digo boa viagem para a maior parte de tudo isso. Está na hora das empresas do cabo serem postas de fora da nossa miséria. Deixem as pessoas escolher o que querem assistir on-line através do Netflix.
 8. As coisas que hoje usamos
Muitos dos bens que usamos e possuímos já não poderemos realmente possui-los no futuro. Eles podem simplesmente ficar na "nuvem ". Hoje os nossos computadores ainda têm um disco rígido, onde guardamos as nossas fotos, músicas, filmes e documentos. O software está num CD ou DVD, sempre podemos reinstalá-lo, se for necessário. Mas tudo isso está a mudar. Os serviços de internet oferecem "serviços em nuvem" gratuitos. Isso significa que assim que ligamos o computador, a Internet é incorporada ao sistema operativo. Assim, se clicar num ícone, ele vai abrir algo na Internet. Se guardar alguma coisa, ela será salva na nuvem. Neste mundo virtual, podemos aceder à nossa música, ou aos nossos livros, ou qualquer coisa do género, a partir de qualquer computador portátil ou dispositivo movel. Não é porque as coisas estejam mais seguras, mas porque essa é a realidade do futuro.
 9. A nossa privacidade
 Se já houve um conceito, com que podemos olhar para trás com nostalgia, é o da privacidade. Isso já acabou. Ela foi-se já há muito tempo, de qualquer maneira. Vivemos a era do "big-brother". Há câmeras nas ruas, na maior parte dos edifícios, e até mesmo no nosso computador e telemóvel. E vocês podem ter certeza que funcionam 24 horas por dia, 7 dias na semana, "Eles" sabem quem és e onde estás, até as coordenadas GPS, e o Google Street View. Se comprarem alguma coisa, isso é colocado num trilhão de perfis, e passam a receber anúncios reflectido essa escolha. Neste momento é possível conferir todos os teus passos, desde que te levantas até que te deitas, documentando-os em filmes ou fotografias.
Tudo o que temos perdido e que não pode ser alterado são as "Memórias"... E mesmo essas, provavelmente, o Alzheimer nos vai tirar também!

O futuro já é hoje…

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Motorista é preso após acidente matar 13 pessoas na BR-110


Trator caiu da carreta que ele conduzia e atingiu um ônibus da Gontijo

O motorista da carreta envolvida no acidente que deixou 13 mortos na BR-110 foi preso e encaminhado para a Delegacia de Alagoinhas, a 108 quilômetros de Salvador. Joniçon Lima Santos, 43 anos, foi autuado em flagrante por dolo eventual. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a perícia constatou que o trator que o motorista transportava na carreta de 35 toneladas não estava preso de maneira adequada.
Onze passageiros morreram no local (Foto: Aragão Notícias)

O trator caiu em uma curva e acabou atingindo um ônibus da empresa Gontijo. Onze passageiros, incluindo o motorista, morreram no local. Dezenove pessoas deram entrada no Hospital Dantas Bião, em Alagoinhas. 

De acordo com o último boletim da unidade de saúde, três vítimas não resistiram aos graves ferimentos e morreram. Outras quatro pessoas que não correm risco de morrer foram transferidas para o Hospital das Clínicas de Alagoinhas e os demais pacientes seguem internados no Hospital Dantas Bião, alguns em estado grave.

O acidente ocorreu por volta das 6h30 desta segunda-feira (27), na altura do km 322, entre os municípios de Inhambupe e Alagoinhas. O ônibus seguia de São Paulo para Paulo Afonso. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e ambulâncias da Via Bahia foram acionadas para prestar socorro aos feridos.
Ônibus seguia de São Paulo para Paulo Afonso (Foto: Aragão Notícias)


Os corpos das vítimas, que ainda não tiveram os nomes divulgados, foram levados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). 

A assessoria de comunicação da Gontijo informou que o ônibus saiu às 23h de sábado (25) da cidade de São Paulo e estava com 30 passageiros no momento do acidente. A empresa diz ainda que está arcando com as despesas do atendimento às vítimas e que enviou para Alagoinhas uma equipe médica de Belo Horizonte para acompanhar todos os feridos.
Trator caiu da carreta e atingiu o ônibus (Foto: Aragão Notícias)

Custo dos estádios da Copa chegará a R$ 8,9 bilhões


  • Sergio Moraes | Ag. Reuters
    Arena das Dunas,  Natal
O custo dos estádios para a Copa do Mundo já supera em mais de três vezes o valor informado pela CBF à Fifa quando o Brasil apresentou seu projeto para sediar o Mundial. Cópia do primeiro levantamento técnico da Fifa sobre o País, fechado em 30 de outubro de 2007 e obtido pelo jornal "O Estado de S. Paulo", informava que as arenas custariam US$ 1,1 bilhão, cerca de R$ 2,6 bilhões. A última estimativa oficial, porém, dá conta de que o valor chegará a R$ 8,9 bilhões.
O informe foi produzido e assinado por Hugo Salcedo, que coordenou a primeira inspeção no País entre agosto e setembro de 2007. Na época, a Fifa considerou que o orçamento havia sido "bem preparado" e que "não havia dúvidas" sobre o compromisso do Brasil de atender às exigências da entidade.
"A CBF atualmente estima que os investimentos relacionados com a construção e reformas de estádios estão em US$ 1,1 bilhão", escreveu a Fifa em seu informe. Curiosamente, a entidade esteve em apenas cinco das 18 cidades que naquele momento brigavam para receber a Copa. Das que acabariam escolhidas, não foram visitadas Fortaleza, Recife, Salvador, Natal, Curitiba, Cuiabá e Manaus.
A Fifa, já na época, não disfarçava que o trabalho de reforma e construção dos estádios seria um desafio. "Os padrões e exigências da Fifa vão superar em muito qualquer outro evento realizado na história do Brasil em termos de magnitude e complexidade. Nenhum dos estádios no Brasil estaria em condições de receber um jogo da Copa nos atuais estados", alertou em 2007. "A Fifa deve prestar uma especial atenção nos projetos."
O time de inspeção ainda fez um alerta sobre o Maracanã. "Não atende às exigências. Um projeto de renovação mais amplo teria de ser avaliado."
Aeroportos 
O relatório elaborado antes de o Brasil ganhar o direito de sediar a Copa é, hoje, verdadeira coleção de promessas quebradas e avaliações duvidosas. "A infraestrutura de transporte aéreo e urbano poderia atender de forma confortável as demandas da Copa", indicou. "O time de inspeção pode confirmar com confiança que a infraestrutura de aeroportos poderia atender a um grande número de passageiros indo a jogos em viagens de ida e volta no mesmo dia."
O transporte urbano também seria "suficiente" e a Fifa garantia, em 2007, que um "serviço de trem de alta velocidade vai ligar Rio e São Paulo". Considerava a infraestrutura hoteleira "suficiente" e, ao avaliar o sistema de saúde do País, fez elogios aos hospitais, apontados como "referência internacional". A referência, porém, não foram os hospitais públicos

Parreira critica organização da Copa do Mundo: 'Foi um descaso total'

O Globo
Em entrevista ao programa CBN Esportes, o coordenador técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, (foto abaixo) fez duras críticas à organização do Barsil para a Copa do Mundo de 2014. Parreira disse que houve descaso total com o evento esportivo. Ele lembrou dos aeroportos que só serão licitados em março, às vésperas da Copa do Mundo.
- A gente queria tudo para a Copa, mas para a Copa foi um descaso total. Vejo que os aeroportos vão ser licitados a partir de março, três meses antes. É uma brincadeira, fomos indicados há sete anos e só agora vão licitar os aeroportos? - disse Parreira.
Além disso, Parreira citou obras que deveriam ser um legado após o mundial de futebol e que só ficarão prontas a partir de 2016, lamentando o fato de que muitas obras projetadas para a competição sairão do papel anos depois de o país ter sediado o Mundial.




Ceará é um dos casos que mais preocupam o PT

charge tasso e eunício

Sete estados preocupam o PT, diante da iminência de rompimento do principal aliado à reeleição da presidente Dilma Rousseff: o PMDB. Para os petistas no Brasil, o Ceará é o caso mais delicado, pois a candidatura do peemedebista Eunício Oliveira ao Governo do Estado é tida praticamente como irreversível.
Apesar do senador cearense ter dito que Dilma Rousseff poderia ter dois palanques no Ceará, caso não tenha o apoio do governador Cid Gomes (Pros), a situação se agravou depois do aceno do PSDB. Segundo matéria na Folha de S.Paulo deste domingo (26), o peemedebistas, que seria líder na pesquisa è sucessão estadual, teria sido procurado por Aécio Neves, pré-candidato tucano à Presidência da República, para compor chapa com o ex-governador e ex-senador Tasso Jereissati. A chapa traria Tasso ao Senado e o PR na vice de Eunício Oliveira.
Além do Ceará, o PT está com dificuldades nos estados de Minas Gerais, Paraná, Bahia, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Piauí.
(com informações da Folha de S.Paulo)

sábado, 25 de janeiro de 2014

Policiais que faziam segurança de Dilma foram flagrados no bafômetro


Oficiais da FAB e do Exército também caíram em blitz em Natal.
Grupo comemorava sucesso do esquema de segurança da presidente na inauguração da Arena das Dunas (Natal).

Do G1 RN

Blitz recolheu 79 CNHs na madrugada desta quinta em Natal (Foto: Tenente Styvensson)
Blitz recolheu 79 CNHs na madrugada desta quinta
(Foto: Tenente Styvenson/Arquivo Pessoal)
Policiais federais do Gabinente de Segurança da Presidência da República, policiais rodoviários federais, policiais militares do Rio Grande do Norte e oficiais do Exército e da Aeronáutica foram flagrados em uma blitz da Lei Seca em Natal na madrugada seguinte à inauguração. O grupo foi flagrado no bafômetro após comemorar o sucesso no esquema de segurança montado para a visita da presidente Dilma Rousseff ao Rio Grande do Norte. Dilma inaugurou a Arena das Dunas, estádio que receberá quatro partidas da Copa do Mundo 2014. O tenente Styvenson Valentim, que comandou a operação, não soube precisar quantos dos flagrados fazem parte do Gabinete de Segurança da Presidência da República.

A blitz foi montada na avenida Engenheiro Roberto Freire, na zona Sul de Natal, pelo Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE). Ao todo, 79 carteiras de habilitação foram apreendidas e 17 pessoas acabaram presas. Além do grupo de policiais e militares, um motorista de ambulância e um um homem que se apresentou como sendo sobrinho da governadora Rosalba Ciarlini também foram flagrados.
 
"A blitz foi iniciada por volta de 1h e teve o objetivo de coibir o uso de álcool pelos motoristas. Foram 79 apreensões e 17 prisões em flagrante. Dentro os abordados estavam policiais militares, federais e rodoviários federais. Tivemos também oficiais do Exército e da Força Aérea Brasileira flagrados", informa o tenente Styvenson Valentim.
Ainda de acordo com o oficial, a maioria fez o teste do bafômetro e foi constatado o consumo de álcool, porém em um nível considerado aceitável. Um policial federal do Gabinete de Segurança da Presidência da República foi levado para a delegacia. "Todos que fizeram o teste foram liberados porque porque estavam com acompanhante que não tinha bebido. Esses foram liberados. Só um deles bebeu acima do normal e foi encaminhado para delegacia de plantão da zona Sul", disse.
Ambulância foi apreendida em Natal em blitz da Lei Seca (Foto: Anderson Barbosa/G1)Ambulância foi apreendida em Natal em blitz da Lei Seca (Foto: Anderson Barbosa/G1)
Durante a blitz, até uma ambulância foi parada. O motorista fez o teste do bafômetro que acusou o consumo de álcool. Ele teve a habilitação apreendida e foi encaminhado para a delegacia de plantão da zona Sul. A ambulância foi apreendida.

CARNAVAL - Cadeia pública de Nova Russas deve ultrapassar limite de presos

Por Neto Júnior (diretor)

Informo que nesta data 25/01/2014 temos 32 presos em regime fechado, 10 no regime Semi-Aberto, 05 no regime Aberto, total de 47 presos, a tendência é que até o Carnaval este numero ultrapasse a capacidade, pois temos presos em outras comarcas e também foragidos do regime Semi-Aberto que a qualquer momento deverão retornar ao regime fechado através de Mandado de Prisão Preventiva são eles:
NOME
SITUAÇÂO
01
Auricelio Gomes de Sales.
Foragido do regime Semi-Aberto
02
Cleano da Costa Daniel.
Foragido do regime Semi-Aberto
03
Elioneudo Pereira da Costa.
Foragido do regime Semi-Aberto
04
Etevaldo da Silva Pereira.
Fuga.
05
Antônio Marcelo de Sousa Santos.
Fuga peso em Juazeiro.
06
Misael Scarcela Matos.
Foragido do regime Semi-Aberto
07
Cícero Bezerra de Carvalho.
Foragido do regime Semi-Aberto
08
Manoel Fernandes Lucas.
Fuga.
09
Francisco Antônio de Sousa Lima.
Mandado de Prisão.
10
Mairton Diogo do Nascimento.
Fuga preso no Piaui.
11
José Vandermar da Silva Oliveira.
Foragido do regime Semi-Aberto
12
João Cosme Neto.
Foragido do regime Semi-Aberto
13
José Antônio Soares Silva.
Foragido do regime Semi-Aberto
14
Eliezer da Silva Sousa.
Fuga.