sábado, 9 de junho de 2018

Presos em Capistrano 4 vereadores acusados de praticar vários crimes: peculato, falsidade ideológica e documental



Presidente da Câmara de Capistrano e mais 3 vereadores são presos em operação do MP
Namim (PDT) , Antonilda (PSB), Andrade (PEN) e Aiana (PDT) estão no xadrez


 
O Ministério Público do estado do Ceará, através da Promotoria de Justiça da Comarca de Capistrano, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e do Núcleo de Investigação Criminal (NUINC), e a Polícia Civil fizeram operação, nesta sexta-feira (8), em Capistrano, que resultou na prisão preventiva do presidente da Câmara do Município, Namim (PDT), e mais três vereadores: Antonilda (PSB), Andrade (PEN), Aiana (PDT).
Também foram para o xadrez a tesoureira da Câmara, Fabrícia Oliveira, cunhada de Namim, e representante da União dos Vereadores e Câmaras do Ceará (UVC).
Entenda
Os mandados são referentes a procedimento investigatório criminal instaurado na Promotoria de Justiça da Comarca de Capistrano, com auxílio do GAECO, e que investiga a prática de crimes de peculato, falsidade ideológica e documental, com características de organização criminosa, na concessão de diárias a agentes políticos e servidores da Câmara Municipal de Capistrano.
A investigação revelou indícios de que vereadores e servidores da Casa Legislativa, através de procedimentos fraudados instruídos com documentos falsificados, recebiam diárias ilegais por viagens que, de acordo com os elementos apurados, nunca ocorreram.
As buscas e apreensões ocorreram nas residências dos investigados e na Câmara Municipal de Capistrano.
Em tempo
Os vereadores serão afastados e, posteriormente, devem perder os cargos. Os suplentes vão assumir as cadeiras.
Em tempo II
As investigações continuam e avançam. Por enquanto, a prefeita Inês (PSDB) ainda não foi alvo.
Em tempo III
Dinheiro público é dinheiro público, não deve ir para bolso de vereador.
Confira o documento

Veja o flagra 



Cearánews7

Nenhum comentário:

Postar um comentário