sábado, 9 de dezembro de 2017

Ceará tem sete cidades com melhores condições de ensino do País

Resultado de imagem para educação no ceará
Sete municípios cearenses alcançaram os melhores resultados no Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB). O estudo foi divulgado nessa quinta-feira, 7, pelo Centro de Liderança Pública. O indicador é constituído de dados que envolvem desde a Educação Infantil ao Ensino Médio, das redes públicas e privadas.
Conforme a análise, Sobral ficou pela segunda vez em primeiro lugar, com uma nota de 6,2, numa escala de zero a dez. Logo após vem Frecheirinha (2º), com 6, Nova Olinda (3º), com 5,9, e Brejo Santo (4º), também com 5,9. Ainda na lista estão Coreaú (8º lugar), Reriutaba (9º) e Novo Oriente (10º), todos com nota 5,7. As cidades estão entre as que oferecem as melhores condições de ensino no país. No ranking de estados, o Ceará é o 6º com nota 4,9. O levantamento é uma parceria do CLP com a Fundação Roberto Marinho, Institutos Península e Natura e Fundação Lemann.
O IOEB agrupa informações relacionadas aos indicadores de resultados e de insumos, como qualidade dos professores, experiência dos diretores, tempo de jornada na escola das crianças e taxa de atendimento na educação infantil.
Conforme o secretário Idilvan Alencar, a melhoria da aprendizagem das crianças cearenses é atribuída ao trabalho realizado pelo Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic). “Desde a implantação dessa política, que começou com a alfabetização e foi ampliada pelo governador Camilo Santana, até o 9º ano do Ensino Fundamental, e ganhou o nome de Mais Paic, um avanço significativo pode ser visto”, garante o gestor da Pasta.
Conforme dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) 2016, 87% das crianças encontram-se alfabetizadas ao término do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%.
Segundo o Ideb, entre as 100 melhores escolas públicas do país, 77 são do Ceará. O Estado ocupa as 24 primeiras posições, no que se refere aos cinco primeiros anos do Ensino Fundamental.
Destaque na Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA), o Ceará superou a média brasileira em Leitura, Escrita e Matemática das crianças que estavam matriculadas no 3º ano do Ensino Fundamental da rede pública. Além disso, o Estado obteve os melhores resultados do Nordeste. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), em outubro passado, com base nos resultados finais da ANA 2016.
Com informação do Governo do Estado do Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário